Vários animais considerados fósseis vivos aparecem mortos e ninguém sabe o motivo

34

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

As costas de Kitakyushu (Fukuoka, Japão) tornaram-se um cemitério para centenas de animais que são considerados como “fósseis vivos”, já que eles mantiveram-se inalterados por mais de 200 milhões de anos, relata o jornal The Asahi Shimbun.

Assim, os restos mortais de 490 caranguejos-ferradura do Atlântico (‘Limulus polyphemus’), apareceram na ilha de Kyushu, onde, em anos anteriores, tinham entre 50 e 60, de acordo com um grupo local dedicado a proteger esta espécie.

Hiroko Koike, pesquisadora do Museu da Universidade de Kyushu, disse que algumas circunstâncias que poderiam ter causado essas mortes são o “aumento do nível do mar causado pelo aquecimento global, escassez de lugares para colocar ovos e falta de nutrição”.

Os biólogos ainda não sabem o que causou essa onda de mortes misteriosas. Por um lado, isso pode ser atribuído ao fato de que as temperaturas médias da água onde o animal vive têm aumentado em um grau este ano. No entanto, este “fóssil vivo” também habita a maioria das áreas do Sul, que são mais quentes, por isso este aumento na mortalidade permanece um enigma. [Asahi]

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...