Poderia existir vida na Terra há 3,2 bilhões de anos?

17

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Enquanto ainda não se sabe exatamente como a vida surgiu na Terra, os cientistas já tem conhecimento sobre as condições básicas para que exista vida, e os registros geológicos ajudam a fornecer pistas sobre a composição da atmosfera há milhões de anos atrás. Um novo estudo publicado pela Nature fornece evidências de que há 3,2 bilhões anos atrás, as formas de vida foram capazes de absorver nitrogênio do ar.

shutterstock_87765076

“As pessoas sempre tiveram a ideia de que a biosfera há bilhões de anos atrás do planeta Terra era inóspita, mas quando houve o surgimento do nitrogênio, a biosfera se tornou robusta com diversificada”, disse o co-autor Roger Buick em um comunicado de imprensa . “Nosso trabalho mostra que não houve crise de nitrogênio na Terra primitiva, e, portanto, poderia ter ajudado em uma biosfera bastante diversificada”.

Buick e sua equipe analisaram amostras de rochas que remontam 2,75-3200000000 anos. A preservação da rocha ocorreu devido ao fato de que eles vieram a partir das fronteiras de plataformas continentais, e não perto de vulcões por onde ocorreriam adulterações.

As amostras foram analisadas por seus isótopos de nitrogênio, a fim de ver se as formas de vida foram capturando o nitrogênio a fim de convertê-lo em um produto utilizável.

“Imaginando que esse processo realmente complicado e que ocorria há 3,2 bilhões anos atrás, eu acho que é fascinante”, o autor Eva Stüeken acrescentou. “Isso sugere que essas enzimas tenham sido formadas muito cedo”.

Atualmente, existem três enzimas principais responsáveis ​​pela fixação de nitrogênio, e um dos processos mais semelhantes com o que foi visto nas amostras de rochas é baseado em molibdênio. No entanto, molibdênio não foi pensado em ter uma grande porcentagem em abundância na época. É possível que o molibdênio tenha sido lançada pela vida microbiana simples vivendo em rochas, mas vai ser difícil de confirmar com muita certeza sobre a hipótese.

Os pesquisadores vão continuar a analisar estas amostras e pesquisar por outros elementos que possam ter afetado o início da vida na Terra.

Fonte: IFFCG

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...