Seu signo não tem impacto no seu bem-estar, desmascarando mais uma afirmação astrológica

por Lucas
0 comentário 176 visualizações

Astrologia afirma que as estrelas e planetas influenciam nossas vidas. Muitas pessoas juram por seus horóscopos, verificando-os diariamente para ter uma visão do futuro ou entender melhor suas personalidades. Mas segure firme seus cristais porque um novo estudo acabou de dar um choque de realidade na astrologia.

Um psicólogo da Universidade Keimyung, na Coreia do Sul, analisou dados de 12.791 pessoas, examinando seu bem-estar através de oito fatores-chave: infelicidade geral, sintomas depressivos, sofrimento psicológico, insatisfação no trabalho, insatisfação financeira, percepção de monotonia na vida, saúde autoavaliada e infelicidade conjugal. Após analisar os números, os resultados foram claros como água: seu signo do zodíaco não significa nada quando se trata de sua felicidade.

O estudo mostrou que os tamanhos dos efeitos foram quase zero em todos os desfechos de bem-estar. Em outras palavras: saber o signo de alguém não diz nada significativo sobre sua felicidade ou satisfação com a vida. Isso se alinha com muitas pesquisas anteriores que também não encontraram nenhuma ligação entre signos astrológicos e traços de personalidade ou desfechos de vida.

Os entusiastas da astrologia podem argumentar que seu signo afeta suas tendências ou destino, mas a ciência simplesmente não apoia isso. O estudo mais recente coloca mais um prego no caixão das alegações astrológicas, destacando que os corpos celestes não estão controlando os fios de nossas vidas.

Apesar disso, a astrologia ainda está em alta, especialmente entre os jovens. Segundo uma pesquisa do Pew Research Center de 2018, cerca de 29% dos americanos acreditam em astrologia. É uma ideia agradável, que o universo tem um plano para você, mas cientificamente falando, é um conto de fadas.

O pesquisador da Universidade Keimyung não mediu palavras no estudo. Ele enfatizou a importância da conscientização pública sobre a falta de evidências científicas que apoiem as crenças astrológicas. A conclusão? Já passou da hora de uma educação pública robusta para aumentar a alfabetização científica e o pensamento crítico. As pessoas precisam das ferramentas certas para tomar decisões informadas e desmascarar pseudociências.

Resumindo, se você está procurando orientação para a vida, pode pular a seção de horóscopos. Seu bem-estar é influenciado por muitos fatores, mas a posição das estrelas no seu nascimento não é um deles. Então, da próxima vez que alguém perguntar seu signo, você pode dizer com confiança que isso não determina sua felicidade ou seu destino. A ciência falou, e as estrelas não têm voz no roteiro da sua vida.

O estudo é publicado na revista Kyklos.

Deixar comentário

* Ao utilizar este formulário você concorda com o armazenamento e tratamento de seus dados por este site.