Apareceu o primeiro tomate colhido fora da Terra que se perdeu na Estação Espacial da NASA

por Lucas
0 comentário 25 visualizações

A Estação Espacial Internacional (ISS) testemunhou recentemente um evento incomum que intrigou astronautas e o pessoal da NASA. Um tomate, cultivado no espaço, desapareceu há oito meses, mas foi eventualmente encontrado, trazendo um desfecho curioso para a história.

O tomate, inicialmente colhido pelo astronauta Frank Rubio em março, se tornou um tópico de discussão leve entre a tripulação da ISS. Seu desaparecimento e posterior redescoberta adicionam um capítulo único à história da exploração espacial.

Cultivo do Tomate

O processo de cultivo do tomate na ISS foi meticuloso e envolveu vários meses de observação cuidadosa em uma câmara especial de crescimento. Utilizando hidroponia, um método de cultivo sem solo, as plantas receberam uma solução nutritiva equilibrada essencial para seu crescimento.

Esta técnica é crítica no ambiente de microgravidade da ISS, onde métodos tradicionais de agricultura não são viáveis. O cultivo bem-sucedido do tomate mostra os avanços na agricultura espacial, visando apoiar missões de longa duração, fornecendo fontes de alimentos frescos. Esta conquista, relatada pela CNN, reflete os esforços contínuos para tornar as viagens espaciais prolongadas mais sustentáveis e auto-suficientes.

Rubio estabeleceu o recorde de 371 dias no espaço, o mais longo para um astronauta americano. (PANELA)

O Mistério e a Resolução

A astronauta Jasmin Moghbeli trouxe à luz o mistério do tomate desaparecido durante a comemoração do 25º aniversário da ISS. O aspecto humorístico da situação ficou evidente quando Frank Rubio, conhecido por sua estadia recorde de 371 dias no espaço, foi brincalhona e suspeitamente acusado de comer o tomate desaparecido. Em uma entrevista com a NASA, citada pela CBS News, Rubio relatou sua experiência de colher o primeiro tomate cultivado no espaço e mostrá-lo a estudantes via chamada de vídeo. No entanto, após a chamada, o tomate desapareceu, levando Rubio a acreditar que havia sido acidentalmente perdido ou descartado.

A natureza da microgravidade na ISS significa que objetos não seguros podem facilmente flutuar e se esconder nos recantos da estação. Esse fenômeno explica como o tomate, chamado Red Robin, parte de um experimento da NASA para cultivar alimentos para missões espaciais de longa duração, poderia ter desaparecido sem deixar rastros. Sua descoberta não apenas resolveu o mistério leve, mas também destacou os desafios de gerenciar objetos e condições de vida em um ambiente de microgravidade.

A estadia prolongada de Frank Rubio na ISS, culminando em seu retorno à Terra em 27 de setembro, foi marcada por desafios e conquistas. Em uma entrevista pós-missão, ele refletiu sobre as dificuldades enfrentadas durante seu tempo no espaço, incluindo a extensão inesperada de sua missão. Apesar desses desafios, Rubio enfatizou a importância de manter uma atitude positiva, demonstrando a resiliência e adaptabilidade necessárias para missões espaciais de longa duração.

Deixar comentário

* Ao utilizar este formulário você concorda com o armazenamento e tratamento de seus dados por este site.