Animal terrestre vivo mais antigo do mundo, Jonathan comemora 191º aniversário

por Lucas
0 comentário 30 visualizações

Jonathan, uma tartaruga gigante das Seychelles (Aldabrachelys gigantea hololissa), recentemente comemorou seu 191º aniversário, marcando mais uma conquista como o animal terrestre vivo mais antigo do mundo. Sua longevidade não apenas o tornou querido por muitos em todo o mundo, mas também lhe rendeu um recorde mundial do Guinness como o cheloniano mais antigo – um termo para membros da ordem Testudines, que engloba tartarugas, jabutis e cágados. Curiosamente, os zoólogos frequentemente renomeiam esses grupos, com Testudines sendo o termo atual para Chelonia.

A história desta tartaruga notável é envolta em algum mistério, pois sua data de nascimento exata é desconhecida. Estima-se que ele tenha chocado por volta de 1832 e foi apresentado a Sir William Grey-Wilson, o futuro governador de Santa Helena, em 1882. Naquela época, Jonathan já era um adulto totalmente desenvolvido, estimado em cerca de 50 anos de idade. Em reconhecimento à sua idade extraordinária, Jonathan foi oficialmente atribuído um aniversário em 4 de dezembro de 1832, por Nigel Philippes, o atual governador de Santa Helena.

Uma Vida Cheia de Marcos Históricos

Apesar de estar quase cego devido a cataratas e ter perdido o olfato, Jonathan mantém um apetite robusto. Seu veterinário, Joe Hollins, compartilhou que Jonathan é alimentado à mão semanalmente com uma mistura nutritiva de frutas e legumes. Esta dieta não só suplementa sua ingestão calórica, mas também fornece vitaminas, minerais e elementos traço essenciais para seu metabolismo em uma idade tão avançada.

Jonathan reside nos jardins da Plantation House, a residência oficial do governador de Santa Helena. Ele divide sua casa com outras três tartarugas: David, Emma e Fred. David e Emma se juntaram a Jonathan em 1969, enquanto Fred, inicialmente pensado para ser uma fêmea chamada Frederika, foi introduzido em 1991. O verdadeiro sexo de Fred foi descoberto depois que Jonathan tentou persistentemente acasalar com ele. De acordo com Hollins, Jonathan ainda tenta acasalar com Emma e Fred com frequência, mostrando uma indiferença comum ao gênero entre os animais.

Ao longo de sua longa vida, Jonathan testemunhou inúmeros eventos históricos e avanços tecnológicos. Ele viveu através da invenção da lâmpada, do primeiro vôo dos irmãos Wright e do primeiro pouso humano na Lua. Ele também viu os mandatos de 40 presidentes dos Estados Unidos, uma prova de sua vida notável.

Hollins expressou admiração pela longevidade de Jonathan, observando que ele superou todos os outros animais terrestres e toda a população humana atual. Sua boa saúde e vitalidade dão esperança de que ele possa chegar ou até mesmo ultrapassar seu terceiro século.

À medida que Jonathan celebra mais um ano, ele não representa apenas um elo com o nosso passado, mas também um exemplo vivo da extraordinária resiliência e longevidade de sua espécie. Feliz aniversário, Jonathan!

Deixar comentário

* Ao utilizar este formulário você concorda com o armazenamento e tratamento de seus dados por este site.