Cientistas descobriram provas de quando choveu durante 2 milhões de anos na Terra

por Lucas
0 comentário 266 visualizações

Geólogos fizeram descobertas significativas sobre um período único na história da Terra, caracterizado por chuvas contínuas que duraram entre um milhão e dois milhões de anos. Esse evento, conhecido como evento pluvial do Carniano, ocorreu aproximadamente entre 232 e 234 milhões de anos atrás, durante os estágios iniciais do período Triássico. Acredita-se que esse longo período de chuvas tenha desempenhado um papel crucial na diversificação e expansão das espécies de dinossauros, marcando um momento fundamental na vida pré-histórica.

Equipes de pesquisa de várias partes do mundo, incluindo os Alpes orientais e o Reino Unido, analisaram camadas sedimentares que fornecem evidências dessa fase úmida prolongada. Nos Alpes orientais, cientistas examinaram uma camada de sedimentação siliclástica depositada em carbonato. Enquanto isso, no Reino Unido, os pesquisadores focaram em uma camada de rocha cinza incrustada na conhecida pedra vermelha da região. Esses estudos, entre outros, contribuíram para uma compreensão mais ampla das condições climáticas da Terra durante o evento pluvial do Carniano.

O consenso entre os geólogos é de que esse período prolongado de chuvas provavelmente foi desencadeado por um aumento significativo na umidade atmosférica. Esse aumento na umidade pode ter sido o resultado de massivas erupções vulcânicas da Província Ígnea de Wrangellia. A atividade vulcânica teria levado a um aumento nas temperaturas globais, aquecendo os oceanos e, subsequentemente, aumentando o conteúdo de umidade na atmosfera.

Um estudo publicado no Journal of the Geological Society destaca o impacto do evento pluvial do Carniano nas populações de dinossauros. Após um período tumultuado marcado por frequentes erupções vulcânicas e extinções em massa, as chuvas sustentadas facilitaram a rápida diversificação e expansão dos dinossauros. Esse período viu o surgimento de clados-chave que constituem a fauna moderna de tetrápodes terrestres, incluindo lissamphibians, tartarugas, crocodilos, lagartos e mamíferos.

A pesquisa mostra a importância do evento pluvial do Carniano na definição do curso da história biológica da Terra. As condições úmidas forneceram uma oportunidade para os dinossauros prosperarem e se expandirem pelos continentes, começando pela América do Sul. O evento é considerado um dos eventos rápidos mais cruciais na história da vida, preparando o cenário para a ‘era dos dinossauros’ e a evolução dos principais grupos de tetrápodes terrestres.

Deixar comentário

* Ao utilizar este formulário você concorda com o armazenamento e tratamento de seus dados por este site.