Estudante cria dispositivo que pode pesquisar toda a internet usando apenas a mente

por Lucas
0 comentário 247 visualizações

Um estudante do MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts), Arnav Kapur, desenvolveu um dispositivo revolucionário chamado AlterEgo, que facilita a comunicação direta entre humanos e máquinas por meio da interação mental. Esse headset vestível transcende os modos tradicionais de interação, eliminando a necessidade de palavras faladas.

O AlterEgo opera capturando sinais neurais desencadeados pelos pensamentos do usuário ou ao ouvir palavras. Esses sinais são então processados e transmitidos a diversos dispositivos, utilizando a conectividade com a internet para obter respostas. O mecanismo espelha o conceito de ter um motor de busca instantâneo dentro da mente, fornecendo respostas por meio de vibrações transmitidas diretamente ao ouvido interno, simulando um monólogo interno sem impedir as funções auditivas normais.

As capacidades do dispositivo vão além da simples recuperação de informações; ele pode resolver problemas matemáticos complexos e responder a uma ampla gama de perguntas. O Laboratório de Mídia do MIT esclarece que a tecnologia promove uma interface única entre humano e computador, percebida como um diálogo interno pelo usuário. Este método de comunicação discreto não desvincula o usuário de seu entorno, garantindo privacidade e discrição.

Em demonstrações, Kapur exibiu a competência do dispositivo resolvendo equações matemáticas intrincadas e identificando corretamente a maior cidade da Bulgária, incluindo sua população.

Além de seu modelo inovador de interação, o AlterEgo visa oferecer benefícios significativos para indivíduos com deficiências de fala, potencialmente transformando os meios de comunicação para aqueles afetados por condições como esclerose lateral amiotrófica (ELA) e esclerose múltipla (EM). A equipe do MIT por trás do AlterEgo vislumbra um futuro em que a integração de tal tecnologia aumente de maneira imperceptível o intelecto e as capacidades humanas, incorporando a computação e a inteligência artificial no tecido da vida cotidiana como uma extensão de si mesmo.

Deixar comentário

* Ao utilizar este formulário você concorda com o armazenamento e tratamento de seus dados por este site.