A mais nova pergunta da Internet: Qual é o gosto do plutônio?

por Lucas
0 comentário 110 visualizações

Embarcando em uma jornada pelas curiosidades culinárias mais bizarras, não se pode deixar de ser cativado pela inclinação humana para provar o imprevisível. A água mais antiga da Terra, lava derretida, até mesmo o conteúdo misterioso de sarcófagos antigos – todos evocam uma indagação universal, embora peculiar.

Essa curiosidade escala novas alturas com o enigma do plutônio. Recentemente, a internet tem sido palco de uma pergunta peculiar: Qual é o gosto do plutônio? Pesquisas no Google revelam uma resposta surpreendente – uma mistura de notas doces e ácidas, uma descrição mais adequada para um doce do que para um metal radioativo. Essa interpretação humorística tem sua origem em uma avaliação de produto para o Plutonium Pear Nuclear Energy Powder, um doce com sabor de pera.

Contrariando essas especulações divertidas, o verdadeiro gosto do plutônio tende a ser metálico. Esse fato surge da experiência infeliz de Donald F. Mastick, um químico americano. Enquanto trabalhava no Projeto Manhattan, Mastick ingeriu acidentalmente cloreto de plutônio. Ele descreveu o gosto como uma combinação do ácido em que estava dissolvido e um sabor metálico distinto – longe de ser uma experiência culinária agradável.

O incidente se transformou em uma emergência de radiação. Quando Mastick abriu a boca, os alarmes de radiação soaram, e ele continuou a excretar traços de plutônio por anos. Para lidar com isso, seu estômago foi bombeado várias vezes, não apenas como procedimento médico, mas também para recuperar o valioso plutônio para futuras experimentações.

Deixar comentário

* Ao utilizar este formulário você concorda com o armazenamento e tratamento de seus dados por este site.