Aviso raro emitido antes de asteroide atingir a atmosfera da Terra sobre a Alemanha

por Lucas
0 comentário 128 visualizações Martin Masek

Meteoritos são os restos de objetos espaciais que sobrevivem à passagem pela atmosfera da Terra e alcançam a superfície. Recentemente, um evento de grande interesse ocorreu a 100 quilômetros a oeste de Berlim, onde um objeto espacial, designado como 2024BX1, entrou na atmosfera terrestre. Este evento desencadeou uma busca por quaisquer meteoritos que possam ter resultado deste objeto.

O objeto em questão era um asteroide de aproximadamente 1 metro de diâmetro, que entrou na atmosfera terrestre nas primeiras horas de uma manhã de domingo. Este incidente é notável, pois ocorreu sobre uma área densamente povoada, proporcionando uma rara oportunidade para muitos observadores, embora o horário significasse que era principalmente visível para indivíduos acordados naquela hora. A antecipação e observação de tais eventos se tornaram mais viáveis devido ao aumento do monitoramento dos céus, permitindo previsões de curto prazo e alertas de pequenos asteroides que se aproximam.

No passado, avistamentos de meteoros eram frequentemente inesperados e podiam ocorrer a qualquer momento, deixando pouca oportunidade para preparação ou observação detalhada. No entanto, avanços nas observações astronômicas levaram ao aumento da detecção de pequenos asteroides antes de colidirem com a atmosfera, possibilitando a emissão de alertas. Um exemplo disso foi uma rocha espacial descrita como sendo metade do tamanho de uma girafa, que ganhou atenção e tornou-se um assunto de memes. Apesar de sua visibilidade, caiu na costa da Islândia, deixando nenhuma oportunidade para recuperar destroços e apenas um número limitado de observadores.

Outro evento recente envolveu um asteroide menor que se desintegrou sobre o Canal da Mancha. Embora nenhum destroço tenha alcançado o solo, este evento foi visualmente espetacular e foi observado de áreas costeiras densamente povoadas.

O meteoro 2024BX1 foi visível do leste da Alemanha, Polônia e Tchéquia. O horário de sua chegada, às 1:32 da manhã, horário local, não foi ideal para observação generalizada devido à hora tardia e às temperaturas frias durante a noite. Apesar desses fatores, algumas pessoas estavam preparadas e observaram o evento.

A previsão da chegada do 2024BX1 foi feita por Krisztián Sárneczky, um notável caçador de planetas menores. Ele identificou o objeto e sua trajetória, levando à emissão de um alerta pela Organização Internacional de Meteoros e pela NASA Asteroid Watch. Este alerta forneceu um aviso de 75 minutos para aqueles acordados e online. Para indivíduos distantes demais para observar o evento diretamente, foram fornecidos links para webcams que por acaso estavam apontadas na direção certa.

A coleta de dados desses eventos é crucial para a pesquisa, e indivíduos que observaram ou registraram o meteoro são encorajados a relatar suas descobertas. Rochas espaciais desse tamanho normalmente se desintegram na atmosfera, mas há especulações de que, devido ao ângulo íngreme de entrada e à velocidade relativamente baixa de 2024BX1 em relação à Terra, algumas partes podem ter sobrevivido. Se isso aconteceu, existe uma janela de oportunidade para encontrar esses fragmentos antes da próxima queda de neve.

Um evento anterior notável ocorreu em 29 de dezembro, quando um bólido foi relatado por quase cem pessoas em quatro estados americanos. Isso levou à descoberta de três fragmentos pesando um total de 450 gramas no deserto do Arizona, marcando a primeira descoberta de asteroide fresco do ano. Tais achados contribuem significativamente para nosso entendimento de asteroides e meteoritos.

Deixar comentário

* Ao utilizar este formulário você concorda com o armazenamento e tratamento de seus dados por este site.