Qual é o lugar mais quente do mundo?

por Lucas
0 comentário 41 visualizações

Nos últimos anos, uma mudança significativa nos padrões climáticos globais levou a uma alteração inesperada na geografia do calor extremo. O Deserto de Sonora, anteriormente menos conhecido na classificação dos lugares mais quentes do planeta, agora superou o famoso Vale da Morte, nos EUA, nesse aspecto.

Essa transformação notável pode ser atribuída principalmente aos efeitos abrangentes das mudanças climáticas. Apesar de sua proximidade com o mar na costa noroeste do México, o Deserto de Sonora experimenta temperaturas que desafiam sua lógica geográfica.

As medições atmosféricas da NASA desempenharam um papel crucial na documentação dessa mudança. Elas revelam que as temperaturas no Deserto de Sonora se tornam particularmente extremas durante os períodos de ‘El Niño’. Esse fenômeno meteorológico, ainda não totalmente compreendido, é conhecido por exacerbar as já severas condições do deserto. Historicamente, o Vale da Morte detinha o recorde da temperatura mais alta com 53,8°C registrados em 30 de junho de 2013. No entanto, em um desenvolvimento surpreendente, as sondas atmosféricas via satélite no Deserto de Sonora registraram impressionantes 80,8ºC em maio de 2021, segundo o Science.org, um número que redefine nossa compreensão do calor terrestre.

Impacto Humano e Ecológico no Deserto de Sonora

Deserto de Sonora

As implicações de temperaturas tão extremas são profundas, tanto para as comunidades humanas que habitam essas regiões quanto para o diversificado ecossistema do deserto. No Vale da Morte, Califórnia, a tribo Timbisha mostrou uma resiliência notável, vivendo nessas condições severas por mais de mil anos. Da mesma forma, no Deserto de Sonora, cidades foram estabelecidas perto da costa, onde os habitantes se adaptaram às temperaturas extremas.

Geograficamente, ele se estende por dois países, México e Estados Unidos, cobrindo mais de 311.000 quilômetros quadrados. Ele é conhecido por sua vastidão e condições extremas, mesmo antes desses recentes registros climáticos. Seguindo de perto, está o Deserto de Lut, no Irã. No entanto, o recorde de 80,8ºC no Deserto de Sonora o destaca como o ecossistema quente mais extremo da Terra.

Qual é o lugar mais quente do mundo?

As temperaturas mais altas nessas regiões geralmente são registradas em dias ensolarados e sem nuvens. Os cientistas da NASA, que têm monitorado de perto essas temperaturas, expressam preocupação com esses registros. Eles os veem como indicadores da crise climática em avanço, uma situação que exige atenção e ação global urgentes.

Em contraste com suas condições climáticas rigorosas, o Deserto de Sonora é um ecossistema vibrante, repleto de vida. É lar de várias espécies que se adaptaram para sobreviver em seu ambiente extremo. Isso inclui uma variedade de aracnídeos, como escorpiões e aranhas, bem como mamíferos menores, aves e répteis. Em áreas com corpos d’água significativos, o deserto surpreendentemente suporta uma vida aquática diversificada, incluindo até 20 espécies de peixes, conforme registrado nos Estados Unidos e em Sonora.

Deixar comentário

* Ao utilizar este formulário você concorda com o armazenamento e tratamento de seus dados por este site.