Catatumbo – Região onde caem mais raios do que em qualquer outro lugar do Mundo

142

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Relâmpago de Catatumbo, é um fenômeno atmosférico que ocorre na Venezuela. Ele ocorre somente na foz do rio Catatumbo, onde ele deságua no lago Maracaibo. Os freqüentes, flashes poderosos de relâmpagos sobre esta área relativamente pequena, é considerado o maior gerador único de ozônio troposférico no mundo. O fenômeno é caracterizado por um raio quase contínuo, principalmente dentro das nuvens, que é produzido em um grande desenvolvimento vertical de nuvens que em se formam grandes arcos elétricos entre 2 e 10 km de altura (ou mais). O raio tende a começar cerca de uma hora após o crepúsculo.

Formação do Relâmpago de Catatumbo

Origina-se de uma massa de nuvens de tempestade a uma altura de mais de 5 km durante 140-160 noites por ano, 10 horas por dia e até 280 vezes por hora. Eles ocorrem sobre e em torno do lago Maracaibo, normalmente sobre a área do pântano formado onde o rio Catatumbo deságua no lago.

Depois de aparecer continuamente ao longo dos séculos, os relâmpagos cessaram de janeiro a abril de 2010, aparentemente devido à seca. Isso levantou temores de que o fenômeno poderia ter sido extinto definitivamente. Porém, o fenômeno reapareceu depois de vários meses. O relâmpago de Catatumbo geralmente se desenvolve entre as coordenadas 8 ° 30 ‘N 71 ° e 9 ° 0’W 45’N 73 ° 0’W. As tempestades e relâmpagos (associadas) são provavelmente o resultado dos ventos soprando através do Lago de Maracaibo e das planícies pantanosas circundantes. Essas massas de ar, inevitavelmente, atingem os cumes da montanha alta da Cordilheira dos Andes, as Montanhas Perijá (3.750 m), e a Cordilheira de Mérida, encerrando a planície de três lados. O calor e a umidade coletada através das planícies cria cargas elétricas e, como as massas de ar são desestabilizadas nas serras, resultam em atividade de tempestades quase contínua.

Referências

  1. Stock, M.J., D. Martínez Tong, Á.G. Muñoz, M. Stagg, R. Velásquez, 2011: “Lightning Activity in Northwestern Venezuela”, Meteorology and Atmospheric Physics.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...